quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Nas asas do vento

Nas asas do vento,
Tento alcançar
O mais puro sentimento,
Que se pode guardar.
Envolta em harmonia,
Tento descobrir
A mais bela sinfonia,
Que se pode ouvir.
Há momentos
Em que se é especial,
No seio de sentimentos,
Dispersos numa galáxia celestial.
Os teus gestos sei de cor.
Sabem a maresia.
Proporcionam-me dor.
Proporcionam-me alegria.
Fechas-me a porta sem nenhum pudor
E escondeste à janela.
Resguardas todo o teu amor
Para uma eterna Cinderela.

Sílvia Gonçalves



8 comentários:

Mafii disse...

muito obrgada pelo comentario!

tu escreves mto bem =)*

Marta disse...

Nas asas do vento eu gostaria de conhecer o mundo...:)

Mais um lindo poema!
beijinho grande!

Mafii disse...

=)
agr deveria agradecer outra vz! :D *

Mafii disse...

é fantastico nao e', as coisas que se faz com palavras? =)

obrigada pelo comentario =) *

Marta disse...

Olá, então entras-te un universidade?

Beijito

Marta disse...

eu entrei na 3ª opção, fiquei um pouco triste mas já estou mais entusiasmada... como disse no post entrei em chaves no curso de turismo... e tu, para onde vais e qual e o curso?

bjoo

Marta disse...

Boa...:)
E tens razão.. somos mesmo caloiras.. hj quando fui arranjar quarto um senhor perguntou-me se era caloira...:) como se tivesse adivinhado.. foi engraçado..:D

Beijo e boa sorte para este novo ano..

rafaela , disse...

ja li este post vezes sem conta .
Está lindo .
Nas asas do vento , queria libartar-me , para nao voar só em pensamento . (;
Continua , sou a tua admirado nº1 8D

beijinhus , adoro-te