terça-feira, 24 de novembro de 2009

Caminhos que trilhei

Paço a paço,
hoje vou
ao local que sonhei
suprir o mais profundo abraço.
O futuro a que me dou
hoje tenho-o, já o sei.


Contorno aquele passeio suave
que me traça o destino.
Se é real?Ninguém sabe.
Sigo o meu caminho.


E na relva embalada
pelo orvalho da manhã,
que é de luz e emite brilho,
atravesso aquela estrada
que a minha alma recordará
quando houver traçado outro trilho.


Sílvia Gonçalves

1 comentário:

Pijaminha ^^ disse...

tá muito lindo como todos os outros
:DD

BeijinhOsS*